Museu Nacional dos Coches

Notícias


CURIOSIDADE DO MÊS … de fevereiro

No MNCoches existem LAMPIÕES que acompanhavam viaturas da Casa Real?

Este LAMPIÃO ou lanterna (1825-50), iluminado a óleo de parafina, era transportado por um lacaio que acompanhava apeado as viaturas da Casa Real Portuguesa e tinha como função tornar visíveis locais onde não existia iluminação pública.

A integração de lanternas nas carruagens, no início do século XIX, e a introdução do sistema de iluminação pública em Portugal na capital, em 1848, na sequência de um contrato entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Companhia Lisbonense de Iluminação a Gás, levaram ao gradual abandono destes LAMPIÕES.

Deste modo, apenas as zonas com pólos culturais e comerciais e também as áreas residenciais da elite lisboeta é que poderiam estar iluminadas.

Pensa-se que a primeira instalação  pública elétrica em Lisboa terá sido inaugurada no Chiado, a 30 de outubro de 1878, na sequência da oferta à CML de “seis candeeiros de lâmpadas de arco tipo Jablochkoff, que tinham sido usados pela primeira vez, a 28 de Setembro desse ano, na Cidadela de Cascais, por ocasião das festas de aniversário do príncipe D. Carlos.

Foi preciso esperar até 1887 para que a Câmara Municipal celebrasse um contrato que previa a eletrificação da avenida da Liberdade e da praça dos Restauradores. Tal só veio a acontecer em maio de 1889, quando “a iluminação eléctrica foi instalada em definitivo no Chiado, Rua do Ouro, Praças D. Pedro IV, do Município e dos Restauradores e na Avenida da Liberdade, movimentando as famílias e a circulação das pessoas pela zona nobre da baixa, atraídas pela novidade e pelo progresso, tecendo-se comparações com a moderna cidade de Paris.

MATRIZ NET _ consulte aqui